domingo, 5 de setembro de 2010

O moço das estrelas



O moço das estrelas disse que eu sofreria um acidente de carro no fim de agosto. Fiquei feliz por ele ter errado. Muito por causa do carro, claro, mas ainda mais porque o moço das estrelas errou tudo mais que predisse. O moço das estrelas disse, ainda, que eu seria milionário, trabalharia com artes, moraria numa linda villa (provavelmente italiana) e viveria das coisas da terra. Que eu conheceria algumas mulheres interessantes esse ano, andaria de carro esporte, morreria do coração e teria alguns problemas financeiros durante a vida. Nada contra, todo mundo quer ser rico e feliz. Mas o moço das estrelas avisou também que eu nunca teria um amor pra vida toda, e aí eu fiquei muito feliz que o moço das estrelas tenha errado em todas as suas profecias, porque prefiro viver à míngua tocando cajón num metrô em Buenos Aires do que ser milionário e sozinho.
Já me disseram algumas vezes - e é provavelmente verdade - que o que eu quero não existe. Ou pior, que eu não tenho o que é preciso pra ter alguém ao lado. Mas agora que eu enganei as estrelas, não custa nada continuar tentando. E, assim, vou enganando os espíritos, as pedras, as certezas, as tabelas. Fácil, fácil.

8 comentários:

Camila disse...

Bonito o Layout novo!

Também gostei da manobra de enganar as estrelas.


Beijos daqui...

Ju Borges disse...

pelo menos existem estrelas para se enganar..

Marcelo Faccenda disse...

Pois é, Camila... Tava precisando dar uma mudada, pra celebrar a nova fase...

Marcelo Faccenda disse...

Ah, nem Ju... Esse comentario é bem a sua cara... :oP

Sinval Junior disse...

Eu já sabia! Esse moço das estrelas não deve saber que tudo que é fundado no natural é variável... ^^

Marcelo Faccenda disse...

Esse moço das estrelas não sabia de Nada... Vai trabalhar, Sinvalzim!!! Kkkkkkkkkkkkkkk!!!

Irene disse...

Meu querido, Van Gogh é bem a sua cara!
Ah, também tinha e ainda tenho umas boas previsões para você (um tanto reais!), mas bem melhor que as minhas próprias.
Mas não vou escrever aqui, afinal vc vai dar um jeito de "driblá-las", por mais interessantes que sejam, eu sei, só para ser do contra.
Tá, só uma "palhinha"...: acho que vc vai escrever um livro. Afinal, são tantas idéias nessa cabecinha,...que vc não vai aguentar!
Um beijão!

Marcelo Faccenda disse...

Ehehehehehe.. Eu tb gosto muito de Van Gogh, Irene... Mas olha só: quanto a escrever um livro, não pretendo driblar nada não, algum dia ainda quero realizar esse sonho!! Beijo!