domingo, 25 de janeiro de 2009

Desfazer as malas

Sensação estranha essa de voltar pra casa depois de tanto tempo ausente. Está tudo no lugar, a cama impecável, os lençóis esticadinhos, o piso asséptico, as cortinas cerradas, graças às camareiras. Parece que não mora ninguém aqui, ou, se morava, morreu. Mas eu estou aqui, bem vivo, com uma sensação de ter nascido há bem pouco tempo.

Sinto falta da família, da quentura de ter pessoas do lado. De beber com meu pai, abraçar meu irmão, brincar com minha filha, gargalhar com os primos. Estou bem vivo, graças à minha família e aos amigos.

Preciso dormir, bagunçar a cama, fazer um lanche, sujar a pia. Vou espalhar essa vida que acumulei dentro de mim nesse apartamento, tentar fazer desse pequeno mausoléu meu cantinho de verdade. E aprender a conviver com o que era meu e agora parece não me pertencer mais...

3 comentários:

Bel Lucyk disse...

Marcelito, voltar pra casa é sempre bom. Sentir saudade do que vc viveu e foi tao gostoso também no "fantástico mundo das férias" é uma delícia. Aproveita esse momento pra tentar transformar essa realidade numa coisa mais aconchegante e gostosa. Tudo vai melhorar. =) bj

Marcelo Faccenda disse...

Estou sempre tentando, Bel, que é o melhor que eu acho que posso fazer agora... E vc? Qundo vem pra casa? Bjo!

Bel Lucyk disse...

Marcelito... Fortaleza agora é minha casa! =) Mas vou visitar a sua em breve!