segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Procura-se


A galera que trabalha no meu flat me acha a pessoa mais simpática do mundo. O pessoal do meu trabalho acha que eu mordo. Meus funcionários não entendem muito bem com um ser humano tão irresponsável virou chefe. Quem me vê de longe acha que sou viado. Quem me vê de perto acha que falta pouco. Meu sócio e irmão adotivo acha que sou mau como o diabo. Quem bebe comigo acha que sou rico. A gerente do meu banco acha que sou louco.

Minha filha acha que sou hipercarinhoso. A mãe dela acha que sou confuso. Minha afilhada acha que sou um super-herói. A mãe dela acha que fez um negócio arriscado me colocando de padrinho. Meu irmão acha que vou dar certo. Meu pai acha que estou cumprindo bem o meu papel. Minha vó e minha madrinha acham que sou uma fofura. Minha mãe acha que sou o cão. A mulher que amo acha que vou fazê-la sofrer. As mulheres que não amei tanto não acreditam que estou amando agora.

Eu acho que sou, e isso basta. O que sou, ainda não sei. Acho que não quero morrer num apartamento escuro sozinho, mastigado pelo meu cachorro famélico. Acho que sou feliz, mas nem sempre. Acho que me esforço pra fazer o certo, mas nem sempre. E espero chegar em algum lugar, mas nem tanto. Enquanto isso vou me procurando, que é mais divertido do que me achar. E se eu chegar muito perto, fujo.

8 comentários:

Bel Lucyk disse...

Quando vi sua ilustre presença no meu blog, tive que vir aqui ver se tinha rolado uma atualização! =)
Meu lado psicólogo só precisa perguntar como é mesmo que o Marcelo se vê, hein? Ou então ele se vê assim e usa a lente do outro pra se mostrar... huuuum. ;)
E finalizando - fico feliz de você ter atualizado o blog e mais feliz ainda de saber que você está bem! Beijos

Anônimo disse...

Por alguma razão infundável, talvez a mulher que vc ame não esteja preparada para viver a felicidade do seu jeito (que parece bastante peculiar, dada a inefável multiplicidade de seres que existem em vc, mas que o tornam bastante especial).
Dê tempo ao tempo, tenha paciência e mostre a ela que juntos poderão aprender a lidar com as idiossincrasias de cada um de forma construtiva para ambos.
E, assim, nunca ficará sozinho, porque ela estará sempre ao seu lado, cuidando de vc.

Heliovna disse...

"Enquanto isso vou me procurando, que é mais divertido do que me achar."

Adorei a frase, guri! Posso roubá-la para mim? :o)

(prometo sempre citar a fonte)

Beijos!

Marcelo Faccenda disse...

Claro que pode roubar, não precisa nem citar a fonte... Pra falar a verdade, tenho a impressão muito forte de que alguém já disse alguma coisa nesse sentido, de um jeito muito mais legal...
:o)

Lua disse...

Eu acho você um barato.

Marcelo Faccenda disse...

Mas tem gente que só me acha barato. Ou fácil. Ehehehehehe... Mas eu tb te acho o máximo! Beijo!

Lu Guedes disse...

a gente se torna o que os outros pensam que somos, ou a gente só quer ser diferente daquilo que todo mundo sabe que a gente é?

nunca vou saber se personalidade é inata ou adquirida. mas já que sou, o jeito é ser!
:***

Madame Mim disse...

"Muitos me enxergam, poucos me vêem"