domingo, 3 de agosto de 2008

Ê Povinho Bunda

Esse povo é triste. Esse povo que lê Contigo e acha que Cacá Diegues é cinema nacional. Esse povo que acha tudo vibe, hype, fashion, e vai na feirinha mix comprar um roupinha que é tudo. Que acha que Big Brother é reality. E que o Antônio Fagundes é ator. Esse povo que pensa que protesto em novela é mobilização social. Esse povo que malha pra deixar a bundinha empinada, mas não dá pra não ficar mal falado. Esse povo que acha que mulher é vaca e não entende porque não come ninguém. Esse povo que puxa conversa na fila. Esse povo que é filho do deputado, irmão do procurador, primo do delegado. Esse povo que bebe pra esquecer os problemas e só arruma mais confusão. Esse povo que beija na boca, mas não escova os dentes. Faz chapinha, mas não toma banho. Que masca chiclete de boca aberta. Esse povo que acha que ouvir som alto em frente ao supermercado é tirar onda. Esse povo que acha que Frei Galvão é santo, que Paulo Coelho é gênio e que a Débora Falabella é virgem. Esse povo que vota em crápula pra se dar bem e leva na bunda todo mês. Esse povo que morre de pena, mas não levanta um alfinete pra ajudar. Esse povo que elegeu o Lula porque tinha esperança. Esse povo que foi enganado, mas votou no Lula de novo porque as coisas estão melhorando. Esse povo que na próxima eleição vai votar num reacionário de direita qualquer porque não agüenta mais ver que as coisas não mudam. Ê povinho bunda.

6 comentários:

Lu Guedes disse...

acho que tirando as moscas e os pinguins, devem ter sobrado uns dois ou três mortais que estão excluídos das categorias citadas.


ps: ator mesmo é jude law. =)

Irene disse...

Kakakakaka
Xô bundão!!!
Ué cadê todo mundo???...

Marcelo Faccenda disse...

Heeheheheh... A intenção é não excluir ninguém... Até eu estou incluído em duas ou três categorias...
:o)

Irene disse...

Huummm!?!.... Quais???...


Sabia que Paulo Coelho já conseguiu vender mais de 100 milhões de livros?
(Sem comentários!)

Bel Lucyk disse...

que revolta! =)

Antonio Lopes disse...

Engraçado, ninguém fala do funk ou futebol ... Do cara que critica quem fuma maconha como se fosse santo, depois enche a cara de cachaça e sai dirigindo poraí ... daquele que não tem idéias nem conhecimento, restando falar da vida alheia ... daquele que pede que Deus castigue o pecado do outro: esse tem que morrer, mas Deus, perdoe meus pecados ... ! Vamos celebrar a estupidez humana, o meu país e sua corja ... e por fim, a estupidez de quem fez este comentário.